Subscreva

Cum sociis natoque penatibus et magnis
[contact-form-7 id="1210" html_class="cf7_custom_style_1"]

Subscribe elementum semper nisi. Aenean vulputate eleifend tellus. Aenean leo ligula, porttitor eu, consequat vitae eleifend ac, enim. Aenean vulputate eleifend tellus.

[contact-form-7 id="984" html_class="cf7_custom_style_1"]

O que fazer quando não há férias?

Hoje o post foi inspirado num outro, que li recentemente, sobre isto de estarmos em tempo de férias mas não termos a possibilidade de as fazer. Os motivos podem ser vários, pessoais, familiares ou económicos, e nem toda a gente pode ir para ali sentar-se em cima de um flamingo flutuante, numa piscina que não tem fim a não ser para uma vista paradisíaca.

Eu estive nesta mesma situação durante uns 3 anos, sem férias de verão fora de casa, e a boa notícia é que se sobrevive se soubermos viver com elas. Nada é perfeito, a vida passa por vários momentos diferentes, mais vale aprendermos a vivê-la assim mesmo e sem muitas lamentações. Estamos em Setembro mas estas duas semanas ainda serão de férias para muitas pessoas, só lá para o dia 15 é que acabamos com o tema. 

Podíamos fazer um post com programas giros para fazer na cidade, mas esses podemos fazer todo o ano, certo? Tanto podemos, que devemos aproveitar os fins-de-semana e o final dos dias para os fazermos MESMO. Não esperem pelas férias para fazer coisas, numa semana tem de existir tempo para trabalhar e para não fazer nada também.

É por isso que nos vamos focar na rotina, ou melhor, no quebrar desta rotina, para que estes dias de férias saibam a isso mesmo. Este vai ser um post sem pontos, sem dicas numeradas e fechadas.  Espero que a mensagem passe para aqueles que ainda não tinham visto as coisas desta forma, e que vos deixe com uma ideia daquilo que poderão fazer para aproveitar umas férias que não são bem aquelas que se esperavam. É uma espécie de receita, onde muitos dos ingredientes são ao gosto de cada um e onde o que verdadeiramente importa é o modo de preparação.

Qual é então o segredo para quem o nosso corpo e a nossa mente sinta que está de férias, apesar de não ter saído do mesmo sítio? Quebrar a rotina.

Se costumam levantar-se, tomar um banho, comer qualquer coisa rápida e sair para o trabalho, façam tudo ao contrário nestes dias. O relógio fica na gaveta porque não há horários em férias, muito menos despertador. Acordem quando o vosso corpo quiser, saiam de casa para tomar o café na rua ou tragam fruta e pão fresco para casa, depois de uma caminhada, e preparem um pequeno-almoço gigante que vos vai até fazer esquecer o almoço.

Como não há horários nem obrigações, depois deste pequeno almoço podem fazer o que quiserem, até dar festas ao gato (se ainda não têm um animal de estimação pensem nisso, eles são profissionais em deixar-nos bem dispostos). Saiam para visitar uma exposição, comprar um livro ou simplesmente caminhar por aí. O sol faz bem ao corpo e à cabeça, e por isso tentem apanhar algum nestes dias, seja na praia, no campo ou na cidade, mas lembrem-se dos chapéus e do protector. Aliás, meter um chapéu na cabeça já é um indicador de férias, isso e um protector com um cheirinho daqueles bons.

No final da tarde, e na minha humilde opinião, deve haver sempre vinho e petiscos. Mais uma vez, sem hora marcada de princípio e muito menos de fim. Depois disto, e se não tiverem adormecido por terem perdido a conta aos copos, uma ida ao teatro ou ao cinema é um bom remate. Ver estrelas em noites quentes também é bonito, mas isso só dará para quem viver no campo ou se conseguirem afastar-se um bocadinho das luzes da cidade. Não se preocupem se estas coisas todas acabarem tarde, lembrem-se que o relógio está na gaveta e amanhã não vai despertar.


Este post foi escrito num registo um bocadinho mais bem disposto, estamos na silly season (até ao dia 15, ok?) e por isso vocês perdoam-nos. No entanto, a ideia geral é muito verdadeira e qualquer um de nós pode divertir-se e aproveitar os dias da melhor forma. Façam qualquer coisa, mas livrem-se de limpar a casa ou meter roupa a lavar, ir tratar daquela papelada que ficou por resolver ou meter a caixa de e-mail em dia, isso não são férias.

Esperamos, acima de tudo, que o verão vos traga dias felizes e bem dispostos, e que depois deles sintam que carregaram energias para mais uns meses de trabalho e rotinas 🙂

Comments

  • Isabel

    Reply

    Desconhecia o seu blogue e estou a adorar. 🙂
    Gosto muito da forma cuidadosa mas realista como escreve.

    Setembro 23, 2017

Leave a comment