Subscreva

Cum sociis natoque penatibus et magnis
[contact-form-7 id="1210" html_class="cf7_custom_style_1"]

Subscribe elementum semper nisi. Aenean vulputate eleifend tellus. Aenean leo ligula, porttitor eu, consequat vitae eleifend ac, enim. Aenean vulputate eleifend tellus.

[contact-form-7 id="984" html_class="cf7_custom_style_1"]

Um dia quis ser designer de interiores, e fui!

Hoje venho falar-vos de um trabalho que ficou na gaveta por vários motivos, mas que foi terminado em Janeiro. Foi a primeira vez que fiz um projecto como designer de interiores na totalidade, acompanhando até a obra, o que me deixou muito feliz mas ao mesmo tempo muito ansiosa e preocupada. A responsabilidade era muita e eu queria fazer um bom trabalho. Talvez por isso, por todo o stress, fiquei com um ataque de rosácea daqueles valentes, e por isso todos os vídeos que até fiz foram apagados porque a minha auto-estima e paciência para mim também andavam lá em baixo.

Retirando esta parte, o trabalho correu bem, e hoje venho mostrar-vos as fotografias do resultado. Quero muito fazer um antes e depois mas preciso de mais tempo para isso, porque será preciso selecionar o material do antes que é imenso. O apartamento era um T1 com áreas muito pequenas, e por isso a alteração começou logo na planta, com a reorganização do espaço. A maior preocupação era abrir tudo e dar uma sensação de leveza a este espaço que era apertado e escuro.

Há coisas mais técnicas, das quais falarei num segundo post, neste quero dar-vos uma noção geral do aspecto final do apartamento. As janelas também foram alteradas, e retirou-se os estores exteriores que tinham. Eles são feios, mas também são uns dos principais culpados pela entrada de ar nas nossas casas, e por isso foram retirados. Colocaram-se portadas interiores de madeira (estão pintadas e podem ver ali no cantinho da foto), o que melhorou o espaço em termos de luz e isolamento térmico.

Para distinguir zonas, a do quarto ficou em tons claros de cinza e rosa, e as zonas de estar, cozinha e sala, têm o cinza com o amarelo. Os candeeiros do quarto foram mandados fazer, depois de eu escolher as peças (fio, casquilho, lâmpada e interruptor) e as peças de madeira são daquelas básicas do IKEA. Se as comprarem numa loja de candeeiros pagam usn 15€ por elas, no IKEA custam 3€.

Como o espaço era pequeno e as coisas em tons muito claros, quis encontrar texturas diferentes para todos os materiais. Assim o espaço fica mais acolhedor e interessante, passa-nos sensações e não fica uma coisa demasiado vazia.

A mesa foi feita por nós, com umas pernas bonitas feitas por encomenda, o tampo e os bancos comprei na rua da Picaria, nos carpinteiros que lá temos, as cadeiras e o candeeiro foram comprados em segunda mão. Sempre que comprarem coisas assim, como estes bancos, façam questão de os comprar a quem sempre os vendeu. São igualmente baratos, às vezes são até mais baratos do que em lojas novas, e ajudam o comércio local.

Na parede consegui colocar publicidade antiga portuguesa, que ficou linda, e umas andorinhas. Na zona da cozinha temos mosaico no chão, nos tons de cinza e amarelo. Como havia pouco espaço de arrumação a cozinha ficou com armários até ao tecto.

Quem acompanha o blog sabe que já fizemos decoração de interiores, numa sala do Breyner 85, e que estivemos envolvidos em todo o processo da clínica Língua de Gato. Estes trabalhos, assim como este apartamento, foram passados por amigos que confiam em nós por verem o que vamos fazendo.

Eu sou apaixonada por interiores desde a minha adolescência. Posso dizer-vos que num aniversário pedi de presente móveis novos para a sala (sim, a sala dos meus pais) e mudava a disposição do meu quarto todos os meses. Agora, e mais do que a decoração, interessa-me o design de interiores, por incluir outras questões de funcionalidade e materiais, que são a base importante para depois se conseguir fazer um bom trabalho de decoração também.

Até há bem pouco tempo nunca pensei que iria trabalhar nesta área, e por isso tenho de agradecer aos meus amigos que me empurram para estas coisas, e que me deixam fazer o que mais gosto. Em Setembro vou começar um curso de Design de interiores, porque sou daquelas pessoas que precisa destas coisas para acreditar que consegue e que pode mesmo trabalhar para outras pessoas.

Tenho de aprender muito mais, quero ir mais além daquilo que é o meu gosto pessoal, e decidi não adiar mais. Sei que vai ser um ano cansativo e exigente, com muitas coisas para fazer, mas vou divertir-me muito! Agora, estou a começar outra obra e por isso, se este tipo de posts vos interessar, têm de dizer-me coisas para eu ter vontade de vos falar delas :p

Espero que tenham gostado!

 

Comments

  • ana rangel silva

    Reply

    Adorei o resultado final Raquel. Muitos parabéns!
    E sim, queremos mais posts destes! Beijinhos, Ana.

    http://www.mentamaischocolate.pt

    Julho 19, 2017
  • Sandra Marques de Paiva

    Reply

    Está super giro. Adoro este tipo de publicações, são as minhas favoritas. Podes continuar a publicar 😉 Beijinho

    Julho 19, 2017
  • Bela Dina

    Reply

    Ficou lindo lindo! Tão mimoso!

    Julho 19, 2017
  • Micaela

    Reply

    Olá Raquel, a decoração ficou maravilhosa! Muito clean e minimalista, mas charmosa, aconchegante e com requinte. Gostei doa ideia de reaproveitar os materiais e amei os candeeiros do quarto e a mesa da cozinha.
    Estou a redecorar o quarto e o escritório e depois de ver o post senti pena não te ter mais perto (vivo no Funchal). Gostava de fazer uns candeeiros como o das fotos, mas infelizmente aqui não temos o IKEA. Que material usaste para fazer as pernas da mesa? Ferro?
    Beijinhos e que venham mais posts destes.

    Julho 19, 2017
  • Liliana Ferreira

    Reply

    Adorei mesmo! Identifico-me tanto! Tão simples mas tão acolhedor!

    Julho 19, 2017
  • Manuela Margalha

    Reply

    Está fantástico, muitos parabéns Raquel! Agora queremos ver o antes 😉 e os projectos que se seguem!

    Julho 19, 2017
  • Susana Dionísio

    Reply

    Muitos parabéns, Raquel! Gostei muito e é um bom exemplo de como um resultado final tão simples e bonito é fruto do trabalho de pensar em boas soluções para resolver os problemas com os dados que te apresentaram. Parece-me que chegaste a muito felizes soluções tanto nos candeeiros do quarto, como na mesa da cozinha, na combinação das texturas de tecidos diferentes ou na colocação das portadas de madeira. A designer de interiores que há em ti mostra-se tão bem quando escreves estas palavras: “Agora, e mais do que a decoração, interessa-me o design de interiores, por incluir outras questões de funcionalidade e materiais, que são a base importante para depois se conseguir fazer um bom trabalho de decoração também.” Continua, quero muito ver novos projetos teus por aqui 🙂

    Susana
    http://asmanhasperfeitas.blogspot.pt/

    Julho 19, 2017
  • Daniela Soares

    Reply

    Ficou perfeito!:D

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    Julho 19, 2017
  • Susana Silva

    Reply

    Parabéns Raquel, ficou lindo! 🙂
    Tenho aqui uma sala de jantar/estar que precisa de ser transformada em escritório também, mas não estou a conseguir dar-lhe a volta, vou assediar-te 😉

    Julho 20, 2017
  • Raquel

    Reply

    Muitos Parabéns pelo projeto, ficou lindo!!!! A decoração ficou clean e minimalista, mas ao mesmo tempo com personalidade e conforto. Fico a aguardar pela continuação do post e claro que gostaria de continuar a acompanhar posts similares pois o design de interiores é um tema que me agrada. Também tenho sido empurrada por amigos para alguns projetos e é algo que adoro, mas gostava de aprender muito mais. Já agora onde vais tirar o curso de design de interiores? Continuação de bom trabalho 🙂

    Julho 27, 2017
  • sara

    Reply

    Gostei muito do resultado final! Parabéns pelo trabalho!
    Também gostaria de saber onde vai fazer o curso, sempre quis tirar um e agora estou com tempo livre!
    Bom trabalho,

    Agosto 17, 2017

Leave a comment