Subscreva

Cum sociis natoque penatibus et magnis
[contact-form-7 id="1210" html_class="cf7_custom_style_1"]

Subscribe elementum semper nisi. Aenean vulputate eleifend tellus. Aenean leo ligula, porttitor eu, consequat vitae eleifend ac, enim. Aenean vulputate eleifend tellus.

[contact-form-7 id="984" html_class="cf7_custom_style_1"]

Guia de Berlim, pelos olhos do Fred

Há dois anos atrás, estive pela primeira vez em Berlim. Contei-vos como foi e como me apaixonei pela cidade aqui. Este ano quis voltar a fazer o mesmo, fugir durante uma semana antes da loucura das festas de Natal. Respirar fundo, embrulhar-me em cachecóis e passear nas ruas iluminadas pelas luzes dos mercados de Natal.


O frio estava lá e a cidade continua a ser linda mas os mercados só estiveram nos últimos dias. Encontrar um voo a um preço simpático e que nos permita aproveitar o dia quando aterramos não é fácil de fazer, durante esse processo lá me esqueci de ver quando começavam os mercados :p Ficam a saber que geralmente é por volta de dia 20 de Novembro, não estive longe mas não consegui ir a todos os mercados que queria. No entanto, explorei uma outra faceta da cidade que ainda não tinha visto e mais uma vez, a vontade de ficar foi maior do que a vontade de voltar.

Como as ruas e as zonas não me eram desconhecidas, confesso-vos que passei menos tempo atrás da lente. Apesar de querer partilhar muita coisa convosco, quis passar mais tempo a comer e menos tempo a fotografar o que comi, mais tempo a ver e menos tempo a fotografar. Trouxe muita coisa para ver (como dá para ver pela quantidade de fotos) mas posso dizer-vos que, no total, tirei menos de 100 fotografias.

Uma das coisas em que mais reparei nesta viagem, foi quão felizes as pessoas em Berlim são. Há espaço para tudo e respeito por todos. Há pessoas que estão de passagem e a correr, outras constroem mesmo a sua vida por lá. Há espaços verdes cheios de miudos e animais, mesmo quando está frio. Aos fins-de-semana as pessoas caminham na rua, não correm. A quantidade de carros na rua é mínima para uma cidade daquele tamanho e as pessoas são sempre simpáticas, mesmo quando não falam inglês e a conversa acontece com gestos. Sei bem que tenho uma imagem idílica da cidade e que todas as cidades têm problemas mas se o Porto não me fosse tão querido, fazia já as malas.

Como não tirei fotos de todos os sítios onde estive, não vos consigo mostrar todas as galerias de rua que me encheram os olhos, ou todos os sítios onde perdi a cabeça a comprar estacionário ou até mesmo as comidas boas que me encheram o estômago e me aqueceram a alma. No entanto, fiz uma lista de sítios para vocês, no google maps. Isto quer dizer que podem fazer download do mapa para o vosso telemovel e passear-se pela cidade com tudo organizado. Cafés, Restaurantes, Sítios para ver, Lojas, Flea Markets e até Mercados de Natal, tudo dividido e organizado por etiquetas. Não vos podia ter facilitado mais a vida :p

Berlim tem mesmo um lugar especial no meu coração e tenho a certeza que é uma cidade onde vou voltar várias vezes. E vocês, já andaram por lá? O que mais gostaram? Contem-me tudo!

Entretanto estava a pensar escrever um post onde vos explico como organizo as minhas viagens. É algo que gostassem de ler? :p

Comments

  • Que post brutal, Fred!

    Novembro 28, 2016
  • Nunca lá fui, mas é um sitio a conhecer. Já estive na Alemanha, em Estugarda e Frankfurt,e mesmo tendo vontade de vir embora porque não sei falar alemão e poucos falavam inglês na altura, gostei muito de lá estar. O civismo das pessoas foi revigorante 🙂

    Novembro 28, 2016
  • Que espectacular! Fiquei com imensa vontade de visitar*

    Novembro 28, 2016
  • A cidade é fantástica e os mercados deixam-nos a suspirar e perguntar "Porque é que nós não temos disto em Portugal?", espero voltar a Berlim!!

    Novembro 28, 2016
  • Já estive em Berlim há uns anos e na altura estava a começar a despontar para a Berlim que hoje existe, e já na altura fiquei fascinada e quero muito regressar! No Natal, acho que muitas cidades têm também outro encanto diferente! Beijinhos Fredji!

    Novembro 28, 2016
  • Muito amor por este post! Vou passar 4 dias em Berlim em Abril e mal posso esperar! Levo este post comigo para inspirar! 🙂

    Novembro 28, 2016
  • O meu filho fez Erasmus em Belim. Era para ficar um semestre, quis ficar um ano. Fui visitá-lo em Junho desse ano, e fiquei apaixonada. Ainda não tive oportunidade de voltar, mas espero fazê-lo em breve e, se possível, nesta altura.

    Novembro 28, 2016
  • Também adoro Berlim! 🙂 É uma cidade de encher o olho e a alma.
    Mostra-nos as preciosidades de papel que trouxeste. Please! 🙂

    Novembro 29, 2016
  • Berlim é tudo de bom, acho que ainda não fiz as malas para lá devido ao frio. Foi o meu escape após sete meses a mochilar sozinha na Ásia, não conseguia ir directa para Portugal, então aquelAs duas semanas em Berlim foram tão reconfortantes para o coração. Ainda hoje perguntam me o que fazer ou onde ir e não sei dizer. Fiz algumas coisas turísticas mas a maior parte do tempo estive em festas, bares, no yamm, flea markets, parques e a explorar edificios abandonados.

    Para além de gostar de ler sobre como organizar as tuas viagens, gostava de ver os estacionários que trouxeste 🙂

    Viver a Viajar

    Novembro 29, 2016

Leave a comment